A disfunção erétil é um problema muito sério que afeta homens de todas as idades. Na maioria das vezes os primeiros sintomas ocorrem em homens com mais de 40 anos de idade. Acontece, no entanto, que homens muito mais jovens têm distúrbios erécteis. O que devo fazer em tal situação? Quais são as causas da disfunção eréctil? Como tratar tal doença? Nós convidamos você a ler o artigo, do qual você vai aprender mais.

Problemas de ereção – o que é?

A disfunção erétil é uma incapacidade permanente ou recorrente de manter uma ereção durante a relação sexual. Também pode ser um problema alcançá-lo apesar dos estímulos e da excitação sexual. A definição de especialista afirma que a disfunção erétil é um problema quando cerca de 25% da relação sexual é considerada infrutífera. Nem todos os homens na casa dos 60 devem ter problemas de erecção. Os seus distúrbios erécteis, diminuição da actividade sexual ou menor número de orgasmos resultam simplesmente de alterações hormonais. No entanto, isso não significa necessariamente uma vida sexual fracassada. Começa a parecer um pouco diferente, mas ainda é satisfatório.

Causas da disfunção erétil

Os problemas de erecção afectam todos os homens pelo menos uma vez na vida. Independentemente da idade, dieta ou desporto, todos os homens passam por isso. No entanto, sabemos por experiência própria que isso pode ser muito frustrante e pode causar problemas no casamento e até mesmo traição. Então vamos começar por quais são as causas da disfunção eréctil. Na Polónia, o número de homens que sofrem de disfunção eréctil na Polónia é de quase 1,5 milhões. As causas dos problemas para conseguir uma erecção completa serão completamente diferentes para um jovem de 20 anos e para um homem com mais de 60 anos. Por enquanto, porém, vamos nos concentrar no caso em que um menino de 20 anos, por exemplo, percebe a disfunção erétil em si mesmo. A razão para isto é normalmente o stress. Outras causas podem ser o tabagismo regular de pelo menos um maço de cigarros por dia, o consumo excessivo de álcool ou o uso de esteróides ou anabolizantes. Os homens com 30-40 anos que têm problemas de erecção são os homens mais frequentemente excessivamente cansados. Além disso, muitos homens desta idade estão acima do peso, o que também tem um efeito negativo sobre o seu desempenho sexual. Em homens de 50 anos, por sua vez, o nível de testosterona livre no sangue diminui significativamente. Cada vez mais, cavalheiros desta idade já sofrem de várias doenças que também têm um impacto negativo neste aspecto da vida sexual. Estas podem incluir diabetes, doenças do tracto urinário, doenças da próstata e dos rins, bem como distúrbios neurológicos, tais como doenças da coluna vertebral, distúrbios mentais e condições pós-acidente vascular cerebral. Outra causa de disfunção erétil nesta idade pode ser medicação regular.

A disfunção erétil também é afetada pelo estilo de vida e pela má nutrição. Então, na sua dieta limite gorduras e açúcares e coloque em esforço físico. Além disso, quando o problema começar a afetar você também, não evite close-ups. A atividade sexual apoia o tratamento da disfunção erétil. Quanto mais frequentemente tiver uma erecção, menos provável é que haja problemas com ela mais tarde.

Problemas de ereção – consequências

O primeiro efeito da disfunção erétil pode ser a deterioração do humor de um homem. Quando não consegue enfrentar a tarefa, ele tenta provar suas habilidades, por exemplo, procurando novos parceiros sexuais ou trapaceando. Muitas vezes, um cara com disfunção erétil também evita close-ups. Tal comportamento reduz significativamente o senso de valor de cada cara. Isto pode ser muito influenciado pela atitude do parceiro. De acordo com os sexólogos, o pior e mais degradante termo para um homem em tal situação pode ser chamá-lo de impotente. Uma mulher também não deve censurar o seu parceiro. Será útil ter uma conversa franca. Mostra-lhe que estás aqui para o apoiar, independentemente dos problemas. Encoraje também o seu homem a ser fisicamente activo e visite um urologista. Muitas vezes, quando um homem tem problemas de erecção, as mulheres procuram culpa em si mesmas. Então eles começam a se perguntar se eles ainda gostam deles, e o que é pior, eles suspeitam de um homem de ter uma amante. Esta forma de olhar para a situação também não vai ajudar o cara, ou talvez só fazer seus problemas ainda piores. Neste ponto, também vale a pena notar que os homens decidem visitar um médico após dois anos de observação da disfunção erétil. Lembre-se que quanto mais cedo iniciar o tratamento, mais cedo o seu problema irá durar e você voltará à sua condição sexual anterior.

Tratamento da disfunção erétil – histórico de práticas

Era uma vez, a disfunção erétil foi tratada por dois métodos. O primeiro é o método higiênico, que consistiu na abstinência sexual por pelo menos um ano. A masturbação e os pensamentos pecaminosos também foram defendidos. Além disso, os banhos foram recomendados, foram dadas advertências contra dormir nas costas. Outro método é tratar a disfunção erétil com choques elétricos. Foram aplicados no pénis, testículos e coluna vertebral. Os métodos comuns eram também comer baunilha, chocolate amargo, raiz de ginseng, testículos de animais em pó e até mesmo espalhando mostarda quente no pênis.

Formas caseiras de lidar com problemas de erecção

Para além dos medicamentos certos para voltar a pôr-te de pé, uma variedade de exercícios e carícias também podem ser úteis. A primeira prática que vale a pena repetir regularmente é parar de urinar por um longo período de tempo devido à tensão nos músculos pélvicos e nádegas. Dez segundos é suficiente. Este exercício deve ser realizado pelo menos 5 vezes por semana. A disfunção erétil também pode ser ajudada por carícias apropriadas. Os vapores alcançam mais frequentemente o felácio. Este é um dos métodos mais populares, que só é eficaz quando as carícias são suaves. Sucção brutal ou fricção rápida das mãos certamente só piorará a situação. Também será útil para estimular pontos erógenos na virilha. Um dos pontos mais sensíveis é a sutura escrotal. Às vezes pode ajudar a mudar a sua posição sexual ou escolher um lugar surpreendente. A emoção das emoções terá um efeito positivo no amor, no arrebatamento e nos problemas de ereção.

Disfunção eréctil – medicamentos e suplementos alimentares

O método mais eficaz de tratar a disfunção eréctil pode ser visitar um médico. Portanto, não vale a pena ter vergonha desta doença e ir a um especialista que irá prescrever preparações adequadas o mais rapidamente possível. Prescrição de medicamentos são uma coisa, e uma suplementação adequada é outra maneira de acelerar o tratamento da disfunção erétil. Por isso, vale a pena procurar produtos comprovados. A nossa equipa editorial recomenda a Eron Plus.

Este é um conjunto de dois suplementos dietéticos em cápsulas, que têm sido apreciados por muitos homens ao redor do mundo. O primeiro é o Eron Plus. Deve ser tomada todos os dias. Você também pode encontrar Eron Plus Antes no set. A preparação é engolida duas horas antes da relação sexual, o que irá fortalecer ainda mais a sua erecção. As preparações removem principalmente a causa da disfunção eréctil. Além disso, eles tornam o seu sexo mais intenso e mais longo, o que certamente será apreciado pelo seu parceiro. Eron Plus é baseado exclusivamente em ingredientes naturais que não causam quaisquer efeitos secundários. Entre eles você vai encontrar: Maca raiz, ginseng coreano, mace moído, l-arginina e feno-grego.

A pesquisa mostra claramente que a Eron Plus recomenda até 85% dos testadores. Os homens apreciam a composição natural das cápsulas, a ausência de efeitos secundários e a possibilidade de utilizar a preparação independentemente da doença ou outros medicamentos. Por um pacote Eron Plus que vai durar um mês, você vai pagar 49 €. Além disso, o fabricante da preparação fornece-lhe satisfação ou um reembolso, o que na prática significa que pode devolver o suplemento adquirido no prazo de 90 dias após a compra.

Está curioso em saber como o Eron Plus se provou nos nossos testadores? Clique aqui e leia a nossa análise do produto.

Os problemas de ereção afetam homens de todas as idades. Enquanto o stress, o excesso de peso ou a falta de actividade física podem ser a causa de distúrbios em homens com menos de 40 anos de idade, os homens com mais de 50 anos têm uma diminuição da testosterona, o que contribui para o desenvolvimento de problemas. Quanto mais cedo consultar um médico, melhores serão as suas hipóteses de voltar à actividade sexual completa. A atitude do seu parceiro também pode fazer a diferença. Se o artigo ler alguma mulher, então ela deve evitar expressões do tipo impotente ou culpar o parceiro. Muito mais eficaz será uma conversa honesta, apoio e visita ao urologista. A suplementação também pode ser útil muito frequentemente. Nossa equipe editorial recomenda Eron Plus, que é baseado em ingredientes naturais, não causa efeitos colaterais e dá resultados rápidos. Lembre-se, no entanto, que os medicamentos ou suplementos só por si não ajudam se tiver excesso de peso, não se exercitar ou comer mal. Então comece por mudar seu estilo de vida, que certamente terá um efeito positivo sobre a disfunção erétil. E lembra-te: vai a um especialista.